Jstation Music Awards: conheça os indicados – Parte 1

0
Posted janeiro 13, 2012 by Thiago3T in AKB48

A votação para Jstation Music Awards 2011, na sua terceira edição da premiação do site, começou no dia 9, e vocês puderam conferir todos os indicados das categorias. Olharam, concordam com alguns e, certamente, discordam de outros.

Mas, nós da equipe do Jstation, acreditamos que também ficam curiosos do porquê temos escolhidos tais artistas para fazer parte do JMA11.

Então o Jstation vai apresentar em uma série de cinco posts, as justificativas de que selecionamos os indicados de todas as 25 categorias.

Como curiosidade, a escolha dos indicados começou bem cedo, em agosto. E toda a staff é envolvida, argumentando sobre quem merecia fazer parte da premiação. Ou no mínimo nos estilos que dominam. E a discussão de algumas categorias terminou dias antes de liberamos os vídeos.

Então, confiram as cinco primeiras categorias.

Melhor Artista Feminino

Podem não ter as vendas de antes, mas as cantoras continuam com grande destaque no J-music. Tanto que esta é uma das categorias mais disputadas da premiação.

  • JUJU
  • JUJU vem ganhando destaque desde o ano passado, e em 2011 manteve o título de “rainha dos tema de doramas”, seja com ótimos tie-in ou clipes. JUJU lançou 4 singles, com destaque para “Sayonara no Kawari ni / Negai” e o hit “Mata Ashita…“. O álbum “YOU” ficou duas semanas no topo da Oricon. E terminou o ano com ótimo álbum de covers “DELICIOUS“.

  • Kana Nishino
  • Nishino pode não ter tido um ano como em 2010, o qual trouxe vários hits (sendo o principal “Aitakute Aitakute”), mas em 2011 ela manteve a qualidade nas músicas. E o principal, mais variada (Kana também mudou no visual). A principal marca foi com o single “Esperanza”, com batida mais latina. O álbum “Thank you, Love” recebeu críticas positivas, mesmo não tendo o impacto de “to Love”. E terminou o bom ano com “Tatoe Donna ni…”, voltando ao estilo que a consagrou. Outro destaque é a turnê “Kanayan Tour 2011 ~Summer~”, muito elogiada. E com isso, Nishino firma-se com uma das principais cantoras do Japão.

  • Koda Kumi
  • Koda não parou em 2011. Começou com a forte “POP DIVA”, que pode ser considerada sua principal música de 2011. Depois veio o álbum “DejaVu” que trouxe o de sempre, e que gostamos dela. Logo depois o seu 50º single “4 TIMES”, com os PVs sexys de “V.I.P.” e “KO-SO-KO-SO”. Ainda vieram mais dois singles, “Ai wo Tomenaide” (ótima balada) e “Love Me Back”. E não parou por aí: apresentação no MAMA 2011, importante premiação coreana, e terminou o ano com anúncio de casamento e gravidez. Ufa!

  • Nana Mizuki
  • Nana Mizuki não cansa de bater recordes. Lançou dois singles simultaneamente “SCARLET KNIGHT” e “POP MASTER“, os quais ficaram em #2 e #3 na Oricon semanal. Depois outro single, “Junketsu Paradox“. E lógico de lembrar que todos os trabalhamos foram de alta qualidade, músicas e clipes. Depois trouxe o seu segundo best álbum “THE MUSEUM II“, para lembrarmos o porquê da carreira da seiyuu e muito respeitada. Prova disso que terminou o final do ano com show no prestigiadíssimo Tokyo Dome.

  • Namie Amuro
  • Se somente com poucos lançamentos Namie era lembrada, imagina quando ela decide trabalhar. Causou o maior hype do ano com o best álbum de colaborações “Checkmate!“, o qual não decepcionou nenhum pouco. Surpreendeu com colaborações com artistas Kpop e da Johnnys, e parceria incrível com AI e Anna Tsuchiya. E depois vieram mais dois singles recheados de músicas “NAKED / Fight Togheter / Tempest” e “Sit! Stay! Wait! Down!“, misturando o pop forte com ótimas baladas. E sempre com a marca Namie Amuro que nós já conhecemos mas sempre gostamos.

    Também lembrados pela equipe: miwa, Miliyah Kato, Kou Shibasaki e aiko.

    Melhor Artista Masculino

    Eles não tem o mesmo sucesso que as mulheres (pelo menos entres os fãs de J-music do Brasil). E trouxe algumas surpresas e um dos principais trabalhos do ano.

  • Daichi Miura
  • Daichi trouxe apenas um single e um álbum este ano. Mas foi o suficiente para deixar sua marca. “Turn Off The Light” é um single com forte batida e conta com um PV com uma dança incrível. E depois o ótimo álbum “D.M.“, o qual Daichi deixa sua mensagem: um ótimo álbum pop, sendo um dos melhores do ano.

  • NAOTO INTI RAYMI
  • NAOTO foi uma grande surpresa, ou mesmo uma revelação. As músicas “Ima no Kimi wo Wasurenai” e “Brave” tornaram-se hits de vendas digitais e no Hot 100 da Billboard. E o álbum “Adventure” recebeu ótimas críticas e ultrapassou 80 mil cópias vendidas.

  • Keisuke Kuwata
  • Kuwata voltou em grande estilo após recuperar-se do câncer. Primeiro com o álbum “MUSICMAN“, o qual foi muito elogiado, e recebendo prêmio no Japan Record Awards. E depois o single “Asu e no March / Let’s try again ~kuwata keisuke ver.~ / Hadaka DE Ondo ~Matsuri da!! Naked~“. E a principal característica de ambos: completos.

  • Ken Hirai
  • Ken Hirai veio com tudo em 2011. “Itoshiki Hibi yo” tornou-se um hit, o qual Hirai fez performances em inúmeros programas. E o álbum “JAPANESE SINGER” foi o mais vendido de sua carreira. Tanto que resultou no seu retorno para o Kohaku Uta Gassen.

  • Shota Shimizu
  • Shimizu trabalhou bastante em 2011. Ele lançou cinco singles, com destaque para balada urban “YOU & I“, nova colaboração com Milyah Kato “BELIEVE“, e o pop anos 90 “Mada Owaranai“. Além do bom álbum “COLORS“, que contou com o hit “GOODBYE”. Seus trabalhos podem não ter vendido o esperado, mas são sempre relevantes.

    Também lembrados pela equipe: Masaharu Fukuyama, Yu Takahashi, Rake, T.M. Revolution, Yuya Matsushita e EXILE ATSUHI.

    Melhor Artista Revelação

    Sempre existe expectativa pelos novos artistas que irão despontar no J-music. E estes foram os escolhidos pela equipe do Jstation.

  • Flower
  • Se no começo do ano já ficamos surpresos com o debut do Happiness, mais tarde foram apresentados a outro grupo-irmã do EXILE, e tão impressionante quanto. FLOWER surpreendeu com o single “Still“, música ótima com um estilo mais adulto. E de tão boa, conseguiram estrear no Top 10 da Oricon semanal.

  • Kikkawa You
  • O anúncio de seu debut deixou muitos fãs que acompanham idols felizes. Kikkawa gradou-se do Hello! Project para se tornar uma das poucas solistas idols atuais. Ela foi um dos raros debuts a ter seu primeiro single no Top 10 da Oricon semanal (5 artistas conseguiram isso). E seus singles impressionaram pela qualidade das músicas (para idols), seja a principal e b-sides.

  • Kis-My-Ft2
  • O grupo da Johnnys que os fãs mais esperavam pelo seu major debut, Kis-My-Ft2 não decepcionou nem um pouco. Seu primeiro single “Everybody Go” tornou-se um hit. E as performances com patins surpreendeu a quem não conhecia o grupo. Resultado: terceiro melhor debut da história da Oricon (316.000 cópias), atrás somente de KAT-TUN e Arashi.

  • Ms. OOJA
  • O J-urban sempre trás ótimas revelações. Nos últimos anos tivemos artistas como Hilchryme e JASMINE. E em 2011 MS. OOJA é a representante do estilo, através do hit “Life“.

  • Negoto
  • A banda feminina veio do cenário indie, o qual já tinha certo reconhecimento atrás da música “Loop“. Em 2011, ano do major debut, lançaram dois singles, com destaque para “Charon“. Além do álbum “ex Negoto“, o qual ficou em #7 na Oricon.

    Também lembrados pela equipe: Happiness, SEKAI NO OWARI, Passpo, 7!!, NMB48, Fairies, AOI EIR, LiSA, Yuka Masaki e NIKKIE.

    Melhor Grupo Pop

    Categoria que estão os grandes do J-music. Mas sempre há espaço para grupos que se destacam.

  • AKB48
  • AKB48 pode não ter tido um super hit, como “Heavy Rotation”, ou um clipe que fizesse a todos (fãs ou não) comentassem, como em “Beginner”, mas todos os singles de 2011 tiveram vendas acima de 1 milhão de cópias. E alguns foram muito bons. “Everyday, Kachuusha” e, principalmente, “Flying Get” tocaram muito nas rádios e sendo os mais vendidos de 2011. E mesmo album “Koko ni Ita Koto” ter sido decepcionante, elas tem lugar vip na categoria.

  • Arashi
  • Arashi podem ter sido mais comedidos em 2011, com apenas 2 singles e um álbum. Mas todos os lançamentos foram muito bons. Prova disso que concorrem em suas categorias aqui no JMA, “Beautiful World” como Melhor Álbum Pop e “Meikyuu Love Song” em Melhor Single. E claro, ou melhor, como sempre foram grande sucesso de vendas.

  • EXILE
  • EXILE continuou com seus clipes grandiosos, como em “Each Other’s Way ~Tabi no Tochuu~“, mas faltava uma música de impacto. Ainda mais após o álbum “Negai no Tou“, que não foi tão empolgante em relação aos anteriores. Embora tenha sido o 3º mais vendido do ano. Até que lançaram “Rising Sun“. A música de apoio do grupo ficou no topo no final do ano todo. E ao mesmo tempo, ATSUSHI lançou trabalhos solo. E terminaram o ano com aparição especial no Japan Records Awards, fazendo performance das músicas que venceram o grande prêmio por 3 anos seguidos (08-10).

  • Kanjani8
  • Se Arashi produziu pouco em 2011, não podemos dizer o mesmo do Kanjani8. Uma série 3 singles lançados entre os meses de abril e junho. Além de mais um em agosto. E terminaram com o ótimo álbum “FIGHT“, trazendo de vez o formato banda que combinou perfeitamente com o grupo, sem esquecer o lado idiota que é sua marca. E o resultado foi alcançarem a marce de 2º principal grupo da agência JE (desculpe KAT-TUN). A fase é tão boa que conseguiram atrair de vez Ryo Nishikido para o grupo (para fúria dos fãs do NEWS).

  • Perfume
  • As Perfas começaram o ano com tudo, tendo a música “Polyrhythm” incluída na animação Carros 2. Depois vieram com dois singles. O ótimo “Laser Beam / Kasuka na Kaori“, e o controverso “Spice“, que trouxe com a b-side “GLITTER” um pouco da música eletropop-robô antiga delas. E mesmo que o tão esperado álbum “JPN” não tenha correspondido, com suas (poucas) músicas inéditas, A~chan, Kashiyuka e Nocchi continuam com grande prestígio tanto no Japão quanto fora dele.

    Também lembrados pela equipe: Sandaime J Soul Brothers, SKE48, Morning Musume, AAA e Tokyo Girls´s Style.

    Melhor Banda De Pop-rock

    Categoria que as bandas precisam ser completas em vários estilos para estar parte.

  • flumpool
  • Após o excelente ano de 2009, flumpool não vinha empolgando muito em seus lançamentos. E o começo de 2011 dava indícios de que continuaria assim, com o álbum “Fantasia of Life Stripe“. Mas no segundo semestre mudou tudo. Flumpool mostrou o seu melhor com 3 singles lançados no resto do ano, voltando com baladas em “Donna Mirai ni mo Ai wa Aru / Touch” e “Akashi“( além da ótima b-side “Kakusei Identity“, mais rock), e terminando com a “Present, sendo todos com grandes arranjos.

  • Ikimonogakari
  • Após um ano de 2010 incrível (e que continuou. O best álbum “Ikimonobakari” continuou continuou como um 10 mais vendidos em 2011), seja em vendas quanto de crítica e recebendo vários prêmios, Ikimonogakari tinha anunciado hiatus de seis meses para 2011. E cumpriram o tempo estipulado. Os dois shows de retorno, no Yokohama Arena, tiveram seus ingressos vendidos rapidamente. A banda ainda lançou dois singles, “Waratteitanda / NEW WORLD MUSIC” e “Aruite Ikou“, sendo ambos com críticas positivas. E já tem novo álbum para fevereiro.

  • Sakanaction
  • Sakanaction já possuía certo prestígio por seu estilo musical único e experimental, junto com clipes criativos. Tanto que receberam o prêmio de “Vídeo do Ano” no SPACE SHOWER MUSIC VIDEO AWARDS, por “Aruku Around”. Em 2011 lançaram dois singles: “Rookie“e “Bach no Senritsu wo Yoru ni Kiita Sei Desu.“, o qual realizaram uma apresentação incrível no Music Station. E terminaram com o ótimo álbum “DocumentaLy“, mostrando o porquê Sakanaction é uma das principais bandas no novo cenário de J-rock.

  • Superfly
  • Oficialmente Superfly é somente o nome artistico da cantora Shiho Ochi, mas muitos consideram como praticamente uma (grande) banda. Lançaram três singles em 2011, misturando o rock americano anos 70/80 com “Beep!!” e “Ai wo Kurae“, baladas em “Sunshine Sunshine“, e a orquestrada “Ah“. Mas o grande destaque foi o álbum “Mind Travel“, considerado um dos melhores do ano.

  • Tokyo Jihen
  • Também conhecidos por Tokyo Incidents, seus lançamentos possuem grande qualidade, seja nas músicas e seus clipes criativos e muito bem produzidos. E em 2011 não foi diferente, com o single “Sora ga Natteiru / Onna no Ko wa Dare Demo” e o álbum “Daihakken“. Pena que não teremos muito para aproveitar o som deles, com o anúncio do fim da banda em fevereiro.

    Também lembrados pela equipe: moumoon, SCANDAL, SPYAIR, NICO Touches The Walls e Base Ball Bear.

    E até o próximo post! o/


    About the Author

    Thiago3T

    Por um mundo mais idol - Hello Brasil | Comentando J-music e K-pop - Kohaku Brasil | Twitter - @thiago3t

    0 Comments



    Be the first to comment!


    Leave a Response

    (required)